Análise de segurança de dutos com defeitos de corrosão

Fazer Download...

Publicada em 01/06/2011

Discente: Renata Siqueira Amaral

Resumo:

Um dos principais motivos de falhas de dutos é a corrosão. A identificação, monitoramento e controle da corrosão são de suma importância ao longo de toda a vida útil de um duto. Diversos métodos têm sido desenvolvidos para a avaliação da pressão interna de falha para dutos corroídos. Entre os métodos analíticos semi- empíricos destacam-se ASME B31G, B31G modificado e RPA. A maioria destes métodos é de natureza determinística, não considerando, portanto, nenhuma incerteza nas variáveis envolvidas, além de considerar apenas configurações de defeitos simplificadas. Outra possibilidade de avaliar a pressão de falha do duto é utilizar o método dos elementos finitos, com a consideração das não linearidades envolvidas e uma configuração do defeito mais próximo da realidade. Esta possibilidade pode se tornar cara computacionalmente em algumas situações. Para isto será utilizada a teoria da confiabilidade estrutural aplicando o método FORM (First Order Reliability Method) para estimar a probabilidade de falha (confiabilidade) de dutos que apresentam defeitos de corrosão. Serão considerados vários parâmetros do duto e da geometria do defeito, tais como diâmetro e espessura do duto, tensão última e de escoamento do material do duto, comprimento e profundidade do defeito e a pressão do fluido. Todos estes parâmetros serão considerados como variáveis aleatórias, com uma distribuição de probabilidade associada a cada um deles.

Áreas de Concentração:

- Mestrado: Construção Metálica

Orientadores:

- Marcílio Sousa da Rocha Freitas

Banca Examinadora:

Voltar