REJEITO DE MINERAÇÃO DE QUARTZITO COMO AGREGADO PARA PRODUÇÃO DE ARGAMASSA COLANTE

Fazer Download...

Publicada em 28/03/2017

Discente: Luma de Souza Dias

Resumo:

O gerenciamento inadequado de resíduos da indústria mineradora pode contribuir para o agravamento de problemas ambientais, através da disposição incorreta dos mesmos. Além deste agravante, o setor da construção civil é responsável por um consumo elevado de recursos naturais não renováveis, como a areia natural, a fim de suprir a demanda do mercado, contribuindo para a redução de suas reservas. Considerando essas questões, faz-se necessário a busca por melhores soluções ambientais e sociais. No intuito de reduzir a extração de areia natural e proporcionar a destinação ambientalmente correta dos resíduos da mineração, este trabalho propõe a utilização do rejeito de mineração de quartzito em substituição à areia natural para produção de argamassas colantes. Nesse contexto, é necessária uma verificação da viabilidade técnica das argamassas propostas por meio da realização de ensaios laboratoriais, procedidos de acordo com normatizações brasileiras, como também uma análise de viabilidade econômica para replicação dos resultados em escala de produção. Para melhor caracterização do rejeito de mineração de quartzito foram realizadas análises físicas, químicas, mineralógicas e morfológicas. A fim de comparar o desempenho do rejeito foi caracterizada também uma areia de rio. Em sequência, as argamassas, devidamente dosadas, foram submetidas a ensaios no estado fresco e endurecido para classificação de suas propriedades comparando os resultados obtidos (com os diferentes tipos de agregados utilizados) com as argamassas de mercado. Os resultados indicam a viabilidade deste material como agregado miúdo em substituição total ao agregado natural, permitindo a redução dos impactos ambientais causados pelas mineradoras e pela construção civil.

Abstract:

The incorrect management of waste from the mining industry can contribute to the aggravation of environmental problems through improper disposition of the same. In addition to this aggravating circumstance, the construction sector is responsible for a high consumption of non-renewable natural resources, such as natural sand, in order to supply the market demand, contributing to the reduction of its reserves. Considering these issues, it is necessary to search for better environmental and social solutions. In order to reduce natural sand extraction and to provide environmentally correct disposal of mining waste, this work proposes the use of quartzite mining waste instead of natural sand for the production of adhesive mortars. In this context, it is necessary to verify the technical viability of the proposed mortars through of laboratory tests, carried out in accordance with Brazilian regulations, as well as na economic viability analysis for the replication of results on a scale of production. For better characterization of the quartzite mining tailings, physical, chemical, mineralogical and morphological analyzes were performed. In order to compare the performance of the tailings, a river sand was also characterized. Subsequently, the mortars, properly dosed, were submitted to fresh and hardened tests to classify their properties, comparing the obtained results (with the different types of aggregates used) with the commercial mortars. The results indicated the feasibility of this material as a fine aggregate in total substitution to the natural aggregate, allowing the reduction of environmental impacts caused by mining companies and civil construction.

Palavras-chave:

Adhesive mortar; quartzite; mining waste

Áreas de Concentração:

- Mestrado: Construção Metálica

Orientadores:

- Ricardo André Fiorotti Peixoto

Banca Examinadora:

Prof. Ricardo André Fiorotti Peixoto, UFOP (Presidente)
Prof. Guilherme Jorge Brigolini Silva, UFOP
Prof. White José dos Santos, UFMG

Voltar