Proposta de abrigo temporário móvel para uso emergencial em perfis metálicos leves: análise do desempenho estrutural e térmico

Fazer Download...

Publicada em 15/12/2014

Discente: Gustavo Brandão Nogueira Soares

Resumo:

Desastres naturais e guerras civis afetam diretamente milhões de pessoas anualmente em todo o mundo, deslocando-as para campos de refugiados organizados conforme as necessidades daquela população. Observa-se, portanto, no que tange a abrigos emergenciais, as costumeiras tipologias utilizadas nessas situações, normalmente tendas acomodadas ao nível do chão, que poderão apresentar, conforme o tempo de utilização, inconvenientes nos aspectos estruturais e térmicos. Neste trabalho ampliam-se os conhecimentos acerca da arquitetura móvel no âmbito das habitações emergenciais e propõe-se um modelo arquitetônico evidenciando os aspectos culturais e históricos dessa antiga e, ao mesmo tempo, nova forma de elaborar a arquitetura. Dentro desse universo, foi proposta uma investigação sobre os tópicos gerais que permeiam a arquitetura móvel de uso emergencial, observando-se o desenvolvimento histórico do homem e, por conseguinte, da arquitetura, questões referentes a temporalidade da habitação e as particularidades acerca da construção, apresentando-se os materiais para a composição adequada ao modelo proposto, e as estratégias necessárias ao conforto térmico. Busca-se, da mesma forma, apresentar características sobre a racionalização do processo construtivo, normalização e modulação que ampliam as qualidades para a confecção em ambiente industrial (pré-fabricação) do elemento proposto, diminuindo custos com mão-de-obra, matéria-prima, e do próprio objeto. Apresenta-se ainda uma análise do desempenho estrutural e térmico do modelo arquitetônico proposto, visando sua aplicação imediata e prioritária em situações de emergência, podendo oferecer conforto térmico e resistência estrutural adequados a qualquer situação. A análise estrutural e térmica é realizada via simulação numérica utilizando os softwares SAP2000, versão 16.1, e Energyplus, versão 8.1, respectivamente. Os resultados obtidos pela análise estrutural demonstraram que os perfis de alumínio foram os mais adequados, pois além de oferecer estabilidade estrutural proporcionam um modelo mais leve comparado ao analisado em perfis de aço leve. Em relação ao desempenho térmico, o modelo construído com tecido impermeável e resistente não atende ao critério mínimo da norma de desempenho e desse modo outras estratégias de condicionamento térmico devem ser pensadas em função da região onde será implantado. Palavras-chave: abrigos temporários e emergenciais, pré-fabricação, desempenho estrutural e térmico, perfis metálicos leves.

Áreas de Concentração:

- Mestrado: Construção Metálica

Orientadores:

- Henor Artur de Souza

Banca Examinadora:

Prof. Henor Artur de Souza, UFOP (Presidente)
Profa. Arlene Maria Cunha Sarmanho, UFOP
Profa. Lara Leite Barbosa, USP/SP

Voltar