Avaliação de desempenho da escola de ciências biológicas do Unilestemg

Fazer Download...

Publicada em 26/06/2013

Discente: Ivonice Gonçalves Dutra Pimenta

Resumo:

Pesquisadores e profissionais da área da construção civil têm questionando o desempenho dos ambientes construídos. Com os avanços tecnológicos frequentes, o aço está sendo utilizado com mais frequência devido a sua trabalhabilidade e rapidez de execução. A partir da década de 1980 no Estado de Minas Gerais, as construções estruturadas em aço vêm ganhando amplitude e se tornando usuais frente aos empreendedores de natureza estatal e privada, principalmente em edifícios comerciais de andares múltiplos, shoppings, edifícios institucionais e também em alguns projetos habitacionais de caráter social. Com o aumento desta demanda industrializada vieram benefícios de rapidez e agilidade de execução, porém veio também a sistematização, gerando uma repetição projetual principalmente em edifícios educacionais causando repetidamente um ambiente desconfortável. Neste sentido estão sendo realizados vários estudos de avaliação pós-ocupação e desempenho térmico e acústico no Brasil, para que se possam estabelecer diretrizes de projetos e ou até mesmo chamar a atenção para as más condições dos edifícios educacionais no Brasil. Para tanto, este trabalho tem como objetivo estudar o conforto térmico, acústico e de pós-ocupação nas salas de aula, da Faculdade de Ciências Biológicas do UnilesteMG por meio de entrevistas com questionários com os usuários, medições in loco e simulações numéricas. Visto que a edificação está inserida em uma cidade quente,faz-se um diagnóstico da situação atual da edificação e propõe-se estratégias para melhorar o desempenho geral da edificação, tais como ventilação e sombreamento. Os resultados mostram uma condição de desconforto térmico e também problemas de ruído vindo dos ventiladores, ligados por conta da condição térmica interna. As estratégias propostas melhoram o desempenho térmico e amenizam as condições térmicas, principalmente. Estas estratégias quando combinadas, ventilação e sombreamento, promovem uma redução de até 14 % na temperatura média e 18 % na temperatura máxima no período de verão.

Áreas de Concentração:

- Mestrado: Construção Metálica

Orientadores:

- Henor Artur de Souza

Banca Examinadora:

Prof. Henor Artur de Souza, UFOP (Presidente)
Prof. Ernani Carlos de Araújo, UFOP
Prof. Adriano Pinto Gomes, IFMG

Voltar