As atividades acadêmicas da UFOP foram suspensas até o final de março

Vejam a nota da UFOP

As atividades acadêmicas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) foram suspensas até o final de março em reunião extraordinária do Conselho Universitário da UFOP nesta terça (17). A reunião avaliou o funcionamento da Instituição e as medidas a serem tomadas por indicação do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, que elaborou um documento com "Estratégias de prevenção e contenção do contágio do Coronavírus", apresentado na reunião. As recomendações propostas pelo Comitê levam em conta a declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e as últimas orientações do Ministério da Saúde. Também foram avaliadas as recomendações do Fórum das Instituições Públicas de Ensino Superior do Estado de Minas Gerais (Foripes).

 

A decisão do Cuni define suspensão imediata das atividades acadêmicas da graduação, da pós-graduação e da extensão, bem como do funcionamento dos restaurantes universitários, bibliotecas, dos museus e do cinema; da realização de eventos institucionais e do afastamento de servidores para viagens. Serão mantidas as atividades que não podem ser interrompidas, como as defesas de mestrado e doutorado, algumas pesquisas e atividades e extensionistas, devido aos prazos estabelecidos. O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Sérgio Aquino, destacou que não é uma paralisação total, já que “parte dessas pesquisas desenvolvidas na Universidade são voltadas ao combate ao vírus, como a criação de vacinas e medicamentos".

 

A indicação é buscar todas as formas de reduzir a curva acentuada de contaminação, o que pode superar a capacidade de atendimento instalada nos municípios. É solicitado que não sejam realizadas festas e outras formas de aglomeração, e indicado aos estudantes o retorno às suas residências. Aos servidores, deve ser avaliada a impossibilidade de interrupção e, quando for o caso, a realização das atividades de forma remota. Também existe uma negociação com as empresas contratadas para que não haja impacto nos terceirizados.

 

Inicialmente, as atividades estão suspensas até o final de março, mas a situação deve continuar enquanto houver o risco de contaminação em larga escala. A avaliação será feita quinzenalmente com base nas informações governamentais e análises técnicas da UFOP. “O cenário nacional é de grande risco com a disseminação rápida do vírus. A suspensão das atividades pode desacelerar esse processo”, esclarece a reitora Claudia Marliére ao ressaltar que a suspensão não tem o caráter de cancelamento do semestre.

 

AVALIAÇÃO DO COMITÊ - As orientações propostas pelo documento do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus contemplam os eixos administrativo, educativo e assistencial:

 

ADMINISTRATIVO - No eixo administrativo, estão as indicações dos protocolos a serem observados pela gestão da UFOP para resguardar a seguridade de todos envolvidos nas atividades acadêmicas, prestigiando a redução do contato presencial. É indicado o funcionamento dos setores essenciais, a aquisição de insumos para a prevenção e tratamento, o cancelamento de férias de servidores considerados primordiais para o momento e a priorização das atividades de forma remota. 

 

EDUCATIVO - No eixo educativo, as medidas a serem tomadas devem focar na disseminação de informações relativas à prevenção, diagnóstico e combate às notícias falsas, por meio das mídias convencionais (rádio, televisão, impresso) e digitais (sites, Facebook, Instagram, Twitter). A proposta é também firmar parcerias com as prefeituras municipais locais para colaborar na disseminação de informações sobre o fluxo assistencial dos municípios e, principalmente, estimular a vacinação contra o vírus influenza, com início previsto para 23 de março.

 

ASSISTENCIAL - No eixo assistencial, as medidas a serem tomadas focam no treinamento e capacitação da equipe de saúde e na adequação do Centro de Saúde da UFOP no Campus Morro do Cruzeiro, para início dos atendimentos, implementando o fluxo de atendimento de casos suspeitos de coronavírus. O Lapac também é considera setor estratégico na relação com a comunidade ouro-pretana. E ainda a realização de treinamentos da equipe assistencial e de apoio quanto ao fluxo assistencial, como processamento de produtos de saúde, limpeza e desinfecção de superfícies, processamento de roupas e tratamento de resíduos. Para a efetivação das atividades de prevenção e tratamento, servidores tecnicamente qualificados de outros setores podem ser realocados temporariamente para as áreas de atendimento. 


Voltar

Confira também: